Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

16 de julho de 2011

Queensrÿche - Discografia.

O Queensrÿche é uma banda americana de heavy metal, power metal e  progressive metal formada em 1981 em Seattle, Washington. Já lançaram doze álbuns na carreira, e continuam gravando e fazendo concertos. 

História.

Em 1981 Chris DeGarmo, Michael Wilton se conheceram no colégio e juntaram-se a Scott Rockenfield e Eddie Jackson formando uma banda chamada The Mob. 

Conheceram Geoff Tate (que era do Babylon) durante o festival Metalfest '81. Chris e os outros integrantes não tinham um vocalista e não tiveram a menor vergonha de chamarem Geoff para cantar nesse festival. Apesar do resultado positivo, Geoff não permaneceu na banda após o evento. 

No ano seguinte, a banda passou a se chamar Queensrÿche, nome tirado da canção "Queen of the Reiche" da própria banda. O empresário da banda levou uma demo à revista Kerrang! que rendeu a gravação do EP Queensryche (206 Records) que traz, entre outras a canções "Queen of the Reich" e a voz de Geoff. Vendo isso, Geoff deixou do Myth (banda da qual fazia parte nessa época) e juntou-se ao Queensrÿche. 

Em 1983, depois de uma rádio local de Washington tocar algumas canções do Queensryche, a banda assina um contrato com a EMI, que regrava seu primeiro EP (o EP original da 206 Records é atualmente um item de colecionador.) Ainda no final desse ano, Chris DeGarmo e seus colegas fazem concerto ao lado de bandas renomadas como o Quiet Riot, Dio, e Twisted Sister. 

Em 1984 sai o primeiro álbum da banda, The Warning, gravado em Londres. O heavy metal inteligente que marcaria o som da banda apenas começava a se demonstrar neste disco que se tornaria um dos clássicos do rock em pouco tempo. Seguem-se turnês pelo Japão, Europa e Estados Unidos. Rage For Order sai no ano seguinte, consolidando o estilo da banda. 

Em 1986 a banda sai em turnê novamente, desta vez com AC/DC e Ozzy Osbourne. Em Outubro desse ano, despedem o empresário mas não cancelam os concertos, seguindo para a Europa com o Bon Jovi. Nessa época, o Queensrÿche já havia conquistado milhares de fãs por todo o mundo. 

Os fãs ficaram ainda mais fanáticos com o lançamento de Operation: Mindcrime (1988), produzido por Peter Collins, um álbum concenitual, parecido com a ideia de King Diamond em seus álbuns. Considerado o melhor por muitos fãs, trata-se de uma ópera rock com uma forte componente de crítica social, sendo bastante aclamada, tanto pela crítica como pelo público em geral, tendo marcado o ponto de assentamento do estilo próprio do grupo. O álbum conta-nos a história de Nikki, um jovem com o vício e dependência das drogas que quer fazer alguma coisa para mudar a sociedade, mas que acaba por se ver envolvido num plano criminoso, elaborado pelo maléfico Dr. X, que se aproveita da sua toxicodependência para o controlar. 

Mas é em 1990, com o álbum Empire (também produzido por Collins), que o Queensrÿche atinge a grande mídia. É desse álbum a famosa "Silent Lucidity" que conquistou outros milhares de fãs e rendeu um vídeo musical na MTV. O álbum lançou também outros singles e vídeos musicais, já que suas canções eram mais acessíveis e comerciais, porém não menos brilhantes. Com este disco a banda ganhou um dos prêmios do MTV Video Music Awards, o de escolha da audiência. 

A turnê Building Empires durou dois anos e rendeu um álbum ao vivo e um vídeo reunidos em uma caixa, Operation: Livecrime. Em 1993 o Queensryche gravou a faixa "Real World" para a trilha sonora do filme Last Action Hero (O Último Grande Herói). Depois disso a banda tirou férias que duraram seis meses. Em 1994 sai Promised Land, que vira um jogo em CD-ROM dois anos mais tarde. Hear in the Now Frontier chega em 1997. 

Em 1998, Chris DeGarmo resolveu deixar a banda, para a tristeza de muitos fãs. Mas esse não é o fim do Queensrÿche, que lança Q2K no ano seguinte, com o guitarrista Kelly Grey. 

Após seguidos trabalhos de estúdio e preocupados com a forte pirataria que era feita durante as turnês, o grupo decide que está na hora de presentear o público com material ao vivo de qualidade e gravam dois concertos em Seattle, cidade natal da banda. Em 2001 foi lançado então o álbum duplo Live Evolution, trazendo todos os sucessos da banda desde a década de 1980. 

No início de 2003 a banda anuncia a volta de DeGarmo, mas não definitivamente, e sim, apenas para gravar o novo disco e sair em turnê, como se fosse um músico contratado. A data de lançamento de Tribe foi adiada para 1 de Julho. Em Abril, Chris DeGarmo anuncia que não iria mais sair em turnê com a banda e que eles teriam que achar uma outra pessoa para a vaga dele durante os concertos, pois a sua agenda estava muito cheia e ele tinha seu projeto, Spy4Darwin, o qual não queria abandonar. 

Scott Rockenfield foi à imprensa e disse que com ele ou não o Queensrÿche sairia em turnê, e agradeceu a ajuda do amigo durante esse período da banda no estúdio. Mais uma vez a data de lançamento do novo álbum foi adiada, desta vez para 22 de Julho. É lançado, então, Tribe, com a banda em turnê junto com o Dream Theater e o Fates Warning. 

Com o guitarrista Mike Stone (que compôs e gravou a faixa "Losing Myself" do álbum Tribe) no lugar de DeGarmo, a banda lança o álbum e o vídeo The Art of Live, documentando a turnê que fizeram junto ao Dream Theater e Fates Warning para divulgar Tribe. 

No formato de vídeo de Art Of Live, a banda recebe no palco o Dream Theater para tocar dois covers, "Comfortably Numb" do Pink Floyd e "Won't Get Fooled Again" do The Who. O novo lançamento ao vivo também chama a atenção pelo fato da lista de faixas ser totalmente diferente da apresentada no lançamento Live Evolution, tendo em comum apenas a faixa "Roads To Madness" do álbum Warning (1984). 

Em 2006 anunciam a sequência do álbum conceitual Operation:Mindcrime II,sendo este o primeiro álbum inteiro com material inédito tendo Mike Stone como guitarrista efetivo da banda. Sendo todas as músicas creditadas ao vocalista Geoff Tate;o álbum revela um Queensryche muito mais "metal" e progressivo do que os anteriores. Na sequência lançam o DVD duplo Mindcrime at the Moore.Contendo os álbuns Operation:Mindcrime I e II na integra. No final de 2007 lançam o CD de covers chamado Take Cover(2007). Mostrando as várias influências que construíram o som único do Queensryche. Covers como Innuendo (Queen),Red Rain (Peter Gabriel) e tantos outros, o álbum reflete as influências da década de 70 e 80 da banda. 2009 é seguido de outro álbum conceitual - American Soldier - que conta com diversas histórias de soldados americanos por inúmeras guerras. Assim com Mindcrime II, a banda está mais coesa e mostrando seu lado progressivo de maneira mais fluida que em projetos passados. Em alguns momentos a banda resgata seu som único da década de 80, com referências desde Rage for Order até o mega - sucesso Empire.Com boa aceitação entre os fãs o álbum parece mostrar um Queensryche renovado,agora um quarteto sem Mike Stone nas guitarras. Em 2011 é lançado o álbum semi - conceitual Dedicated To Chaos, algum que teve grande divulgação mas pouca aceitação entre os fãs.Muito da característica da banda não se mostra presente em suas 16 músicas. Ainda em 2011 segue a turné em comemoração aos 30 anos da banda. No set list somente clássicos da banda entre as décadas de 80 e 90 com sua formação clássica. Esta turnê deve passar pelo Brasil em abril de 2012, com apresentação única em São Paulo, e abertura da banda Fates Warning, numa noite que deve reunir muitos fãs do estilo Heavy Metal Progressivo. 

Após o show em São Paulo, boatos se espalharam que Geoff flagrou os outros membros da banda planejando despedir ele da banda e colocar outro vocalista no lugar, logo depois Geoff surpreendeu os membros da banda no soundcheck, empurrando Michael Wilton e ameaçando o Scott com uma faca, isso foi o que alguns fãs que acompanhavam o soundcheck disseram ter presenciado. 

No dia 20 de junho de 2012, foi anunciado que Geoff Tate não mais fazia parte da banda e que quem seguirá nos vocais da banda será o vocalista Todd La Torre, que já substituía o falecido vocalista da banda Crimson Glory, conhecido como Midnight. 

No segundo semestre de 2013, sai o álbum homônimo Queensrÿche com La Torre nos vocais. Neste mesmo semestre, por ainda legalmente poder usar o nome Queensrÿche, Geoff Tate lança o álbum Frequency Unknown com outra banda diferente da que ele havia deixado, mas com o mesmo nome. Texto: Wikipédia. Site Oficial. 

Integrantes.

Atuais.

Todd La Torre (Vocais, desde 2012)
Michael Wilton (Guitarra, Vocais, desde 1981)
Eddie Jackson (Baixo, Vocais, desde 1981)
Scott Rockenfield (Bateria, Percussão, Teclados, desde 1981)
Parker Lundgren (Guitarra, desde 2009)
 

Ex-Integrantes.

Chris Degarmo (Guitarra, 1983-1997, 2003)
Geoff Tate (Vocais, Teclados, 1982-2012)
Kelly Grey (Guitarra, 1998-2001)
Mike Stone (Guitarra, 2003-2009)
 

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro


Queensrÿche (EP 1983)
 
01. Queen Of The Reich (4:25)
02. Nightrider (3:49)
03. Blinded (3:07)
04. The Lady Wore Black (6:28)
 
Bonus Tracks Live In Tokio.
05. Nightrider (4:33)
06. Prophecy (3:59)
07. Deliverance (3:40)
08. Child of Fire (4:36)
09. En Force (5:48)
10. Blinded (3:26)
11. The Lady Wore Black (7:01)
12. Warning (4:57)
13. Take Hold of the Flame (5:13)
14. Queen of the Reich (5:21)


Link.

The Warning (1984)
 
01. Warning (4:45)
02. En Force (5:15)
03. Deliverance (3:20)
04. No Sanctuary (6:05)
05. NM 156 (4:40)
06. Take Hold of the Flame (4:55)
07. Before The Storm (5:13)
08. Child Of Fire (4:33)
09. Roads To Madness (9:54)
10. Prophecy (4:00)
 
Live Bonus Tracks.
11. The Lady Wore Black (5:23)
12. Take Hold Of The Flame (5:06)


Rage For Order (1986)
 
01. Walk In The Shadows (3:34)
02. I Dream In Infrared (4:18)
03. The Whisper (3:36)
04. Gonna Get Close To You (4:37)
05. The Killing Words (3:56)
06. Surgical Strike (3:20)
07. Neue Regel (5:05)
08. Chemical Youth (We Are Rebellion) (4:06)
09. London (5:05)
10. Screaming In Digital (3:39)
11. I Will Remember (4:38)
 
Bonus Tracks.
12. Gonna Get Close To You (12' Version) (5:46)
13. The Killing Words (Live) (4:10)
14. I Dream In Infrared (1991 Acoustic Remix) (4:02)
15. Walk In The Shadows (Live) (3:39)


Operation: Mindcrime (1988)
 
CD 1: Álbum.

01. I Remember Now (1:18)
02. Anarchy-X (1:28)
03. Revolution Calling (4:40)
04. Operation: Mindcrime (4:45)
05. Speak (3:42)
06. Spreading the Disease (4:07)
07. The Mission (5:48)
08. Suite Sister Mary (10:40)
09. The Needle Lies (3:09)
10. Electric Requiem (1:23)
11. Breaking the Silence (4:34)
12. I Don't Believe In Love (4:24)
13. Waiting for 22 (1:06)
14. My Empty Room (1:32)
15. Eyes of a Stranger (6:53)
 
Bonus Tracks.
16. The Mission (6:12)
17. My Empty Room (2:41)

CD 2: Bonus: Live At The Hammersmith Odeon.

01. I Remember Now (1:12)
02. Anarchy-X (1:28)
03. Revolution Calling (4:51)
04. Operation: Mindcrime (4:16)
05. Speak (3:47)
06. Spreading The Disease (5:13)
07. The Mission (5:51)
08. Suite Sister Mary (12:05)
09. The Needle Lies (3:27)
10. Electric Requiem (1:16)
11. Breaking The Silence (4:35)
12. I Don't Believe In Love (4:29)
13. Waiting For 22 (1:12)
14. My Empty Room (1:27)
15. Eyes Of A Stranger (7:53)


Disease Is Rampant (Bootleg 1989)
 
01. Queen Of The Reich (0:48)
02. Anarchy - X (4:13)
03. Revolution Calling (6:31)
04. Operation: Mindcrime (5:04)
05. Speak (3:45)
06. Spreading The Disease (4:29)
07. Take Hold Of The Flame (5:48)
08. The Needle Lies (3:28)
09. Chemical Youth (5:09)
10. Eyes Of A Stranger (7:44)


Empire (1990)
 
CD 1: Álbum.

01. Best I Can (5:34)
02. The Thin Line (5:43)
03. Jet City Woman (5:22)
04. Della Brown (7:05)
05. Another Rainy Night (Without You) (4:29)
06. Empire (5:24)
07. Resistance (4:51)
08. Silent Lucidity (5:48)
09. Hand on Heart (5:33)
10. One and Only (5:54)
11. Anybody Listening? (7:58)
 
Bonus Tracks.
12. Last Time In Paris (3:57)
13. Scarborough Fair (3:50)
14. Dirty Lil Secret (4:08)
 

CD 2: Bonus Live.

01. Resistance (4:33)
02. Walk In The Shadows (3:57)
03. Best I Can (5:16)
04. Empire (5:12)
05. The Thin Line (5:44)
06. Jet City Woman (5:31)
07. Roads To Madness (9:32)
08. Silent Lucidity (5:43)
09. Hand On Heart (5:18)
10. Take Hold Of The Flame (5:11)
 


Operation: LIVEcrime (1991)
 
01. I Remember Now (1:20)
02. Anarchy-X (1:28)
03. Revolution Calling (4:58)
04. Operation: Mindcrime (4:27)
05. Speak (3:44)
06. Spreading The Disease (5:07)
07. The Mission (5:47)
08. Suite Sister Mary (12:09)
09. The Needle Lies (3:20)
10. Electric Requiem (1:15)
11. Breaking The Silence (4:22)
12. I Don't Believe In Love (4:19)
13. Waiting For 22 (1:28)
14. My Empty Room (1:37)
15. Eyes Of A Stranger (8:28)
16. The Lady Wore Black (6:45)
17. Roads To Madness (9:22)


Ryche 'n' Roll (Bootleg 1991)
 
CD 1.

01. Resistance (4:59)
02. Walk In The Shadows (4:57)
03. Best I Can (5:46)
04. Empire (5:50)
05. The Thin Line (5:55)
06. Jet City Woman (6:14)
07. Roads to Madness (9:40)
08. I Remember Now (0:55)
09. Anarchy-X (1:28)
10. Revolution Calling (4:59)
11. Operation: Mindcrime (4:10)
12. Speak (3:47)
13. Spreading The Disease (5:13)
14. The Mission (6:06)

CD 2.

01. Suite Sister Mary (11:47)
02. The Needle Lies (3:25)
03. Electric Requiem (1:15)
04. Breaking the Silence (4:27)
05. I Don't Believe In Love (4:06)
06. Waiting For 22 (1:19)
07. My Empty Room (1:37)
08. Eyes Of A Stranger (8:19)
09. Silent Lucidity (7:31)
10. Take Hold Of The Flame (5:01)


Unplugged And Other Stories (Bootleg 1992)
 
01. I Will Remember (4:00)
02. The Killing Words (3:58)
03. Della Brown (5:54)
04. Silent Lucidity (5:26)
05. The Lady Wore Black (5:21)
06. Prophecy (3:49)
07. Blinded (4:27)
08. The Lady Wore Black (3:29)
09. Queen Of The Reich (7:01)
10. Deliverance (3:45)
11. Child Of Fire (4:44)
12. En Force (5:40)
13. Warning (5:23)
14. Take Hold Of The Flame (5:02)


In The Dead Of Night (Bootleg 1993)
 
01. I Will Remember (3:59)
02. The Killing Words (3:57)
03. Della Brown (5:53)
04. Silent Lucidity (5:26)
05. The Lady Wore Black (5:16)
06. Prophecy (3:49)
07. Queen Of The Reich (4:27)
08. Blinded (3:28)
09. The Lady Wore Black (6:57)
10. Deliverance (3:41)
11. Child Of Fire (4:43)
12. En Force (5:36)
13. Warning (5:24)
14. Take Hold Of The Flame (5:03)


Whispering Shadows (Bootleg 1993)
 
01. The Whisper (3:35)
02. Walk In The Shadows (5:32)
03. Chemical Youth (We Are Rebellion) (5:24)
04. No Sanctuary (7:18)
05. I Remember Now / Anarchy-X (2:53)
06. Revoluiton Calling (5:19)
07. Operation: Mindcrime (4:22)
08. Breaking The Silence (5:47)
09. I Don't Believe In Love (4:31)
10. The Lady Wore Black (4:02)
11. Nightrider (4:26)
12. Take Hold Of the Flame (5:51)
13. Scarborough Fair (3:12)
14. Raising Fear (3:38)
15. Prophecy (3:59)


Promised Land (1994)
 
01. 9:28 A.M. (1:43)
02. I Am I (3:57)
03. Damaged (3:58)
04. Out Of Mind (4:36)
05. Bridge (3:30)
06. Promised Land (7:58)
07. Disconnected (4:45)
08. Lady Jane (4:15)
09. My Global Mind (4:22)
10. One More Time (4:19)
11. Someone Else (5:01)
 
Bonus Tracks.
12. Real World (4:24)
13. Someone Else (With Full Band) (7:13)
14. Damaged (Live) (4:04)
15. Real World (Live) (3:43)


Hear in the Now Frontier (1997)
 
01. Sign Of The Times (3:36)
02. Cuckoo's Nest (4:00)
03. Get A Life (3:40)
04. The Voice Inside (3:52)
05. Some People Fly (5:18)
06. Saved (4:10)
07. You (3:57)
08. Hero (5:25)
09. Miles Away (4:34)
10. Reach (3:33)
11. All I Want (4:07)
12. Hit The Black (3:36)
13. Anytime, Anywhere (2:56)
14. Sp00l (4:58)
15. Chasing Blue Sky (3:41)


Q2K (1999)
 
01. Falling Down (4:29)
02. Sacred Ground (4:12)
03. One Life (4:49)
04. When The Rain Comes... (5:06)
05. How Could I? (3:44)
06. Beside You (5:14)
07. Liquid Sky (4:53)
08. Breakdown (4:11)
09. Burning Man (3:42)
10. Wot Kinda Man (3:15)
11. The Right Side Of My Mind (5:54)
12. Sacred Groud (Live Bonus Track) (4:24)


Live Evolution (2001)
 
CD 1.

01. NM 156 (3:57)
02. Walk In The Shadows (3:37)
03. Roads To Madness (5:46)
04. The Lady Wore Black (5:29)
05. Take Hold Of The Flame (4:56)
06. Queen Of The Reich (5:01)
07. London (5:16)
08. Screaming In Digital (3:48)
09. I Remember Now (1:14)
10. Revolution Calling (5:14)
11. Spreading The Disease (2:30)
12. Electric Requiem (1:14)
13. Spreading The Disease (Part II) (1:49)
14. The Mission (5:45)
15. Suite Sister Mary (10:42)
16. I Don't Believe In Love (4:23)
17. My Empty Room (1:22)
18. Eyes Of A Stranger (6:17)

CD 2.

01. I Am I (4:05)
02. Damaged (4:12)
03. Empire (4:50)
04. Silent Lucidity (5:28)
05. Another Rainy Night (Without You) (4:38)
06. Jet City Woman (5:22)
07. Liquid Sky (5:00)
08. Sacred Ground (4:06)
09. Falling Down (5:17)
10. Hit The Black (3:40)
11. Breakdown (4:03)
12. The Right Side Of My Mind (6:30)


Tribe (2003)
 
01. Open (4:32)
02. Losing Myself (4:12)
03. Desert Dance (3:58)
04. Falling Behind (4:28)
05. The Great Divide (4:02)
06. Rhythm of Hope (3:31)
07. Tribe (4:40)
08. Blood (4:14)
09. The Art of Life (4:12)
10. Doin' Fine (3:52)


The Art of Live (2004)
 
01. Tribe (6:09)
02. Sign Of The Times (3:40)
03. Open (4:41)
04. Losing Myself (4:08)
05. Desert Dance (4:15)
06. The Great Divide (4:39)
07. Rhythm Of Hope (3:37)
08. My Global Mind (4:19)
09. Roads To Madness (5:09)
10. Della Brown (6:21)
11. Anybody Listening? (6:48)
12. Breaking The Silence (4:37)
13. The Needle Lies (3:15)
14. Best I Can (5:30)


Operation: Mindcrime II (2006)
 
01. Freiheit Ouverture (1:36)
02. Convict (0:09)
03. I'm American (2:53)
04. One Foot in Hell (4:13)
05. Hostage (4:29)
06. The Hands (4:37)
07. Speed of Light (3:12)
08. Signs Say Go (3:17)
09. Re-Arrange You (3:11)
10. The Chase (3:10)
11. Murderer? (4:34)
12. Circles (2:58)
13. If I Could Change It All (4:28)
14. An Intentional Confrontation (2:32)
15. A Junkie's Blues (3:42)
16. Fear City Slide (4:58)
17. All the Promises (5:11)


Mindcrime At The Moore (Live 2007)
 
CD 1.

01. I Remember Now (1:36)
02. Anarchy-X (1:39)
03. Revolution Calling (5:27)
04. Operation: Mindcrime (4:52)
05. Speak (3:59)
06. Spreading The Disease (4:38)
07. The Mission (6:46)
08. Suite Sister Mary (11:10)
09. The Needle Lies (4:47)
10. Electric Requiem (3:56)
11. Breaking The Silence (4:34)
12. I Don't Believe In Love (4:33)
13. Waiting For 22 (1:30)
14. My Empty Room (3:24)
15. Eyes Of A Stranger (8:11)

CD 2.

01. Freiheit Ouverture (1:58)
02. Convict (0:10)
03. I'm American (3:41)
04. One Foot in Hell (4:38)
05. Hostage (4:48)
06. The Hands (4:35)
07. Speed of Light (3:13)
08. Signs Say Go (3:18)
09. Re-Arrange You (3:10)
10. The Chase (3:14)
11. Murderer? (4:35)
12. Circles (3:20)
13. If I Could Change It All (4:28)
14. An Intentional Confrontation (2:34)
15. A Junkie's Blues (3:34)
16. Fear City Slide (4:58)
17. All The Promises (5:58)
18. Walk In The Shadows (5:37)
19. Jet City Woman (7:01)


Take Cover (2007)
 
01. Welcome To The Machine (Pink Floyd) (4:55)
02. Heaven On Their Minds (
Jesus Christ Superstar) (4:55)
03. Almost Cut My Hair (Crosby, Stills, Nash & Young) (4:19)
04. For What It's Worth (Buffalo Springfield) (2:34)
05. For The Love Of Money (The O'Jays) (4:59)
06. Innuendo (Queen) (6:11)
07. Neon Knights (Black Sabbath) (3:43)
08. Synchronicity II (The Police) (4:56)
09. Red Rain (Peter Gabriel) (4:40)
10. Odissea (Salvatore Licitra) (3:53)
11. Bullet The Blue Sky (Live) (U2) (10:27)


Sign Of The Times: The Best Of (2007)
 
CD 1.

01. Queen Of The Reich (4:20)
02. Warning (4:43)
03. Walk In The Shadows (3:33)
04. Take Hold Of The Flame (4:54)
05. The Lady Wore Black (6:13)
06. I Don't Believe In Love (4:23)
07. Eyes Of A Stranger (6:36)
08. Silent Lucidity (5:45)
09. Bridge (3:28)
10. Jet City Woman (5:22)
11. Another Rainy Night (Without You) (4:27)
12. Sign Of The Times (3:31)
13. I Am I (3:57)
14. Real World (4:20)
15. Some People Fly (5:15)
16. Until There Was You (4:01)
17. All The Promises (5:09)

CD 2.

01. Take Hold of the Flame (Demo Version) (5:09)
02. Walk in the Shadows (Demo Version) (3:15)
03. Before the Storm (Demo Version) (2:55)
04. Waiting for the Kill (4:41)
05. No Sanctuary (6:24)
06. Prophecy (3:53)
07. I Dream in Infrared (1991 Acoustic Remix) (4:00)
08. Dirty Lil Secret (4:08)
09. Last Time in Paris (3:57)
10. Scarborough Fair (3:49)
11. Della Brown (MTV Unplugged) (6:01)
12. Someone Else? (7:12)
13. Silent Lucidity (Live) (5:48)
14. Chasing Blue Sky (3:40)
15. Justified (4:02)


American Soldier (2009)
 
01. Sliver (3:09)
02. Unafraid (4:48)
03. Hundred Mile Stare (4:31)
04. At 30,000 Ft (5:11)
05. A Dead Man's Words (6:36)
06. The Killer (5:26)
07. Middle Of Hell (5:28)
08. If I Were King (5:17)
09. Man Down! (4:58)
10. Remember Me (5:00)
11. Home Again (4:41)
12. The Voice (5:29)


Dedicated To Chaos (2011)
 
01. Get Started (3:33)
02. Hot Spot Junkie (3:58)
03. Got It Bad (3:46)
04. Around The World (5:11)
05. Higher (4:01)
06. Retail Therapy (4:13)
07. At The Edge (6:03)
08. Broken (3:52)
09. Hard Times (5:32)
10. Drive (4:54)
11. I Believe (3:29)
12. LuvnU (3:54)
13. Wot We Do (3:46)
14. I Take You (3:50)
15. The Lie (4:18)
16. Big Noize (6:35)
 


Frequency Unknown (2013)
 
01. Cold (3:39)
02. Dare (3:37)
03. Give It To You (4:36)
04. Slave (3:55)
05. In The Hands Of God (3:50)
06. Running Backwards (3:27)
07. Life Without You (4:42)
08. Everything (4:28)
09. Fallen (4:19)
10. The Weight of the World (6:21)
 
Bonus Tracks (Re-Recorded)
11. I Don't Believe In Love (4:33)
12. Empire (5:24)
13. Jet City Woman (5:34)
14. Silent Lucidity (5:42)
 


Queensryche (2013)
 
CD 1: Álbum.

01. X2 (1:09)
02. Where Dreams Go To Die (4:26)
03. Spore (3:26)
04. In This Light (3:24)
05. Redemption (4:17)
06. Vindication (3:26)
07. Midnight Lullaby (0:56)
08. A World Without (4:11)
09. Don't Look Back (3:13)
10. Fallout (2:46)
11. Open Road (3:54)

CD 2: Bonus Live.

01. Queen Of The Reich (4:35)
02. En Force (4:21)
03. Prophecy (4:10)

Link.

Condition Hüman (2015)
 
01. Arrow of Time (3:59)
02. Guardian (4:20)
03. Hellfire (5:05)
04. Toxic Remedy (4:09)
05. Selfish Lives (4:58)
06. Eye9 (3:20)
07. Bulletproof (4:01)
08. Hourglass (5:10)
09. Just Us (5:58)
10. All There Was (3:44)
11. The Aftermath (0:56)
12. Condition Hüman (7:46)


Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

14 comentários :

  1. essa banda é ótima, valeu pelo blog

    ResponderExcluir
  2. Robson Kramer04/09/2011 02:30

    PARTE I

    Para um Fã ardoroso do Heavy Metal, nada é mais Gratificante do que ter a oportunidade de ler e conhecer, de uma forma mais sintetizada e concisa,o trabalho de Bandas que tanto Talento e Beleza apresentaram ao Cenário da Música, contribuindo com sua Genialidade Singular e Inimitável, como é o caso do Queensryche.
    Confesso que só fui conhecer toda a Riquíssima Obra desta Banda Americana através deste Pedaço
    do Paraíso Roqueiro, o Muro do Classic Rock.
    Mas, me lembro bem que, quando o Queensryche foi apresentado ao público Headbanger da Época no Brasil, através da coleção 'Heavy Metal Attack', lançada aqui pelo selo EMI ODEON em 1984, nem todos o apreciaram (a coleção 'Heavy
    Metal Attack' reunia entre outros lançamentos, Obras de Bandas como o Helix Canadense, o Icon e Dokken, o Iron Maiden, e o Queensryche).
    Entrei em vários Debates com colegas e amigos,
    todos aficioados no Heavy Metal, questionando o porque de não verem com bons olhos o disco e lançamento do Queenryche no Brasil na ocasião, 'The Warning'.
    Não conseguia entender como um trabalho que é simplesmente Perfeito em sua proposta, era tido como 'metal comercial', 'poser','ruim' e outras observações mesquinhas e estúpidas similares, que não tinham nenhuma relação objetiva com os fatos e a realidade deste Maravilhoso disco.
    Muitos calaram a boca com o tempo, reconheceram a Enorme Tolice que era criticar este Disco, que eu considero, sem dúvida, como um dos Mais
    Brilhantes e Fantásticos álbuns de Toda a Longa História do Heavy Metal.
    O que senti ao ouvir este lançamento do Grande Queensryche foi um Imenso Prazer, pois o álbum, desde sua concepção temática (calcada na ficção científica mesclada com existencialismo), passando pela parte técnico-instrumental e melódica, com arranjos Belos e Sofisticados, é simplesmente Lindo e Excepcional !
    O Queensryche não teve o mesmo destaque que Bandas mais 'radicais' de Metal no Passado, o que não desmerece em absolutamente nada o que fizeram, pois sua fusão com Rock Progressivo, dentro de um Universo Musical mais Conceitual e Complexo, tornou-os simplesmente um Paradigma dentro do Heavy Metal.
    Recomendo este Maravilhoso Grupo a quem goste de Música de Primeiríssima Linha, com vocais magníficos (alguma semelhança tem o vocal de Geoff Tate com o de Bruce Dickinson, tamanho é o alcance e extensão de sua voz),e instrumental
    Preciso, Forte e que não deve nada a nenhuma Banda; o Queensryche já nasceu Soberano !

    ResponderExcluir
  3. Robson Kramer04/09/2011 02:32

    PARTE II

    Os arranjos perfeitos de guitarra e do baixo, também foram um destaque logo de cara, para quem conheceu e ouviu a Beleza Indescritível do Som do Queensryche.
    Chris DeGarmo e Michael Wilton apresentavam um dueto de guitarras menos visceral do que uma dupla como Tipton- K.K. Downing do Judas Priest inglês, o que não significa que tocassem menos, ou fossem inexperientes; na verdade, seu estilo progressivo é que tornava seu Metal tão peculiar
    e Sofisticado, sem contudo, ser tão rápido e pesadíssimo como os Britânicos de Birmingham.
    Mas não se enganem, quando queriam, faziam um Metal Devastador, ao mesmo estilo de um Judas ou Iron Maiden(quem tiver alguma dúvida à este respeito, sugiro ouvirem 'NM156', 'Take Hold of the Flame' e 'Before the Storm',e suas dúvidas irão se dissipar).
    A Elegância do Estilo Queensrychiano de se fazer
    Heavy Metal bem tocado, Refinado e Muitíssimo Original, ainda irá ser melhor compreendida e sentida pelos Amantes da Melhor Música deste Planeta - o Rock, que sem sombra de dúvidas, teve suas fronteiras alargadas com a Riquíssima contribuição do Queensryche.
    Este disco é para todos os Estados de Espírito,
    não só sua Riqueza Temática é abrangente, como o
    modo como tocam, com sua Sonoridade e Melodias que encantam a qualquer um.
    O Queensryche tem um Heavy Metal tão Avançado e Lindo que soa Paradisíaco, por isto, recomendo à todos a começarem a conhecê-lo como eu o conheci, há 27 anos atrás, pelo 'The Warning', estou certo de que não esquecerão jamais a experiência de ouvir e viajar Neste Magnífico trabalho destes Ousados Americanos.
    Tudo o mais que vem pela frente, irá, tenho certeza, surpreender muito, e alargará muito, certamente, os horizontes musicais de Todos que o conhecerem (sobre estes outros trabalhos, falarei mais em outro comentário).

    ResponderExcluir
  4. Tenho que admitir....relutei muito para baixar Queenryche...são muitos albuns más depois de escutar uns dois viciei no som dos caras e baixei tudo.....Alex é o cara....Blog DUBALACOBACO...comodiria nossa Rita Lee.

    ResponderExcluir
  5. Queenryche excelente banda!!! Perfect Parabéns Alex pelo Blog, organização, conteúdo, variedade e qualidade.

    ResponderExcluir
  6. Parabens pelo site.... todos os links funcionando, a organização... vcs merecem mts elogios

    ResponderExcluir
  7. No More MR Swet ti ti ti06/08/2013 00:16

    Ótima banda, pena que o Mr. Tate virou um total asshole após o Operation Mindrime. A banda até que durou bastante, apesar de tantas intrigas, mas o resultado da total desafinação da amizade entre o grupo se reflete muito em seus albums de 2000 até 2011.

    Que o Todd consiga dar continuidade a essa grande banda!

    ResponderExcluir
  8. I want to to thank you for this good read!! I certainly enjoyed every little bit
    of it. I've got you bookmarked to look at new stuff you post…

    Feel free to visit my website; Wow Armory

    ResponderExcluir
  9. Parabéns cara pelo trabalho espetacular e pelo belíssimo acervo do bom e velho rock

    ResponderExcluir
  10. Jayme da Costa Maceió AL02/01/2015 20:32

    Gosto muito desta Banda, desde os dois primeiros Álbuns em Vinil que posuo. Muito Obrigado. É uma TERAPIA!

    ResponderExcluir
  11. Banda sensacional.

    ResponderExcluir
  12. Porra,cara...seu blog é o melhor!
    vlw por disponibilizar essa e outras bandas do kralho.
    o acústico do Queensryche não é tão fácil de conseguir.

    ResponderExcluir
  13. Maybe You should Try a Band called Furious Zoo.
    Thanx for your posts :)

    ResponderExcluir
  14. Geoff Tate foi um dos melhores do seu tempo!

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.