Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

9 de dezembro de 2010

Captain Beyond - Discografia.

Captain Beyond foi criada em 1972 por Larry ‘Rhino’ Reinhardt (ex- Iron Butterfly), Lee Dorman (ex-Iron Butterfly), Bobby Caldwell e Rod Evans (ex-Deep Purle). 

Pouco tempo depois, assinaram contrato com a Warner. Em 1972 apresentaram o primeiro álbum. 

Em 73 lançaram o segundo álbum, mais virado para o progressivo. Devido á pouca receptividade dos fãs, a banda fez uma pausa até 1977, altura em que lançaram o álbum Dawn Explosion, já sem o vocalista Rod Evans. 

Seguiram-se anos de desaparecimento, até que em 1988 fizeram algumas participações em festivais europeus. Em 2000 voltaram a lançar um álbum, Night Train Calling EP. (Wikipédia)

Integrantes.

Rod Evans (Vocais)
Larry Reinhardt (Guitarra)
Lee Dorman (Baixo)
Bobby Caldwell (Bateria)

Senha dos Arquivos: muro


Álbuns.

Captain Beyond (1972)
01. Dancing Madly Backwards (On a Sea of Air) (4:02)
02. Armworth (1:48)
03. Myopic Void (3:30)
04. Mesmerization Eclipse (3:48)
05. Raging River of Fear (3:51)
06. Thousand Days of Yesterday (Intro) (1:19)
07. Frozen Over (3:46)
08. Thousand Days of Yesterdays (Time Since Come and Gone) (3:56)
09. I Can’t Feel Nothin’ (Part I) (3:06)
10. As the Moon Speaks (To the Waves of the Sea) (2:25)
11. Astral Lady (0:16)
12. As the Moon Speaks (Return) (2:13)
13. I Can’t Feel Nothin’ (Part II) (1:13)

Sufficiently Breathless (1973)
01. Sufficiently Breathless (5:15)
02. Bright Blue Tango (4:12)
03. Drifting In Space (3:12)
04. Evil Men (4:52)
05. Starglow Energy (5:03)
06. Distant Sun (4:43)
07. Voyages Of Past Travelers (1:46)
08. Everything’s A Circle (4:13)

Dawn Explosion (1977)
01. Do Or Die (3:38)
02. Icarus (4:17)
03. Sweet Dreams (5:29)
04. Fantasy (6:02)
05. Breath Of Fire (3:04)
(A) A Speck Within A Sphere
06. Breath Of Fire (3:15)
(B) Alone In The Cosmos 
07. If You Please (4:13)
08. Midnight Memories (4:00)
09. Space Interlude (0:52)
10. Oblivion (2:13)
11. Space Reprise (0:55)
 

Link.

Swedish Rock Festival (1999)
01. Intro: (4:51)
Voyages Of Past Travellers
Distant Sun

02. Dancing Madly Backwards (On A Sea Of Air) (10:22)
Armworth
Myopic Void

03. Breath Of Fire (Part I) (3:08)
Thousand Days Of Yesterdays (Intro)
04. Frozen Over (6:46)
05. Sufficiently Breathless (8:54)
06. Everything´S A Circle (5:47)
07. Raging River Of Fear (4:19)
08. Fantasy (13:22)
09. Thousand Days Of Yesterdays (Time Since Come And Gone) (8:04)
10. Mesmerization Eclipse (6:51)
11. Oblivion (5:54)

Night Train Calling EP (2000)
01. Gotta Move (4:39)
02. Be as You Were (3:46)
03. Don't Cry Over Me (4:28)
04. Night Train Calling (Crystal Clear) (5:24)

Link.

Far Beyond A Distant Sun-Live 1973 (2002)
 
01. Voyages of Past Travelers (6:33)
Distant Sun
02. Drifting in Open Space (4:04)
03. Pandora's Box (14:55)
Thousand Days of Yesterdays (Intro)
Frozen Over
04. Dancing Madly Backwards (On a Sea of Air) (18:15)
Armworth
Myopic Void

05. Mesmerization Eclipse (18:05)
06. Stone Free (5:21)

Link.

Senha dos Arquivos: muro

Password Files: muro

E-mail de contato para links quebrados ou outros problemas: murodoclassicrock@gmail.com

Antes de comentar leia as regras que estão próximas do formulário, comentários desrespeitando as mesmas, não serão publicados e nem atendidos.

21 comentários :

  1. Uma das melhores bandas de rock and roll que já ouvi!!
    os dois primeiros discos são melhores do que o de muitas bandas consagradas
    sonzera de primeira!!

    ResponderExcluir
  2. Robson Kramer09/10/2011 18:55

    PARTE I

    Captain Beyond é uma Magnífica e extremamente Talentosa Banda de Rock do início dos anos 70, e que fundiu de forma competente e com a fluência típica de músicos originais, o Rhythm Blues com o Heavy Rock, criando um som pesado, muito rico em arranjos e riffs básicos de guitarra, além de possuir uma precisa estrutura rítmica. A influência do Progressive Rock veio depois, de forma mais destacada, embora haja algum experimentalismo progressivo já no primeiro disco.
    Não há solos complexos, os acordes são básicos, mas em total harmonia com o ritmo seguro e alternado - criam fases rápidas, entram em outro fraseado rítmico e melódico, saem dele em seguida, e entram em nova fase rápida, mas diferente da primeira,tudo em sequência.
    Ouçam a Poderosa 'Frozen Over' e perceberão isto o que vos digo, de forma nítida.
    O conteúdo poético e auto narrativo de 'Dancing Madly Backwards' nos mostra uma preocupação com composições e letras que visam expor o universo psicológico, a divagação do artista em busca de razões mais sólidas para a Vida, além das que foram impostas pelos valores sociais da época, e uma necessidade de fuga através de uma forte espontaneidade,sugerindo ao indivíduo evadir-se do normalismo humano imposto pelo Materialismo e pela Ideologia Capitalista Neo-Liberal, tão criticada e ostensivamente condenada naqueles dias.
    Não podemos nos esquecer que o Captain Beyond é uma Banda Americana de Contra-Cultura, colheu toda a influência do Movimento Hippie e sua postura contestadora e de protesto social frente seu próprio país, às voltas com o fracasso militar e moral,da Guerra do Vietnã.
    Reminiscências da Era Hippie, que se sepultava, tendo seu legado crítico-social, contudo, absorvido em forma de música e sonoridade pelo Heavy Metal da Primeira Fase, que então, dava seus passos iniciais.
    O Captain Beyond fez isto, e retransmitiu estes valores às gerações roqueiras posteriores, tanto nos EUA, quanto no Reino Unido.
    Uma Música Robusta e Bela, o Captain Beyond apresenta um experimentalismo variado e riquíssimo já no seu Primeiro disco, uma Verdadeira Obra Prima do Rock, arriscando de forma competente, o Heavy Rock com passagens progressivas, que lembram os primeiros trabalhos do Uriah Heep e Triumvirat (sem os teclados deste último).
    A base melódica do Captain Beyond é menos pronunciada do que a do Trapeze ou Badfinger, sua musicalidade tem forte influência dos riffs mais acelerados a lá Experience, do Jimi Hendrix ou Cream.
    Exceto em alguns solos de guitarra de Larry Reinhardt, mais aprimorados, e que soam razoavelmente os riffs de Ritchie Blackmore, sem contudo apresentar o mesmo virtuosismo, não consegui identificar alguma influência maior do Deep Purple em seu início, sobre o som do Captain Beyond.

    ResponderExcluir
  3. João Abrante11/10/2011 10:08

    Só quem curte rock de verdade conhece esta banda.Pena que tiveram vida curta.Uma das melhores que ja ouvi.Pura nostalgia..O verdadeiro rock dos anos 70.Maravilhoso

    ResponderExcluir
  4. Robson Kramer11/10/2011 17:33

    PARTE II

    Uma Banda de Excepcional Qualidade, Músicos donos de um Talento acima de qualquer mérito como fama e notoriedade, o Captain Beyond tem em seus poucos discos lançados, um legado que nunca será esquecido.
    São de um tempo em que ainda se fazia a Arte como o mais importatante Fim visado, e não a Arte como um meio para outros fins alheios à própria evolução artística.
    Música com conteúdos transcendentes, letras com forte apelo humano e psicológico, não são mesmo para os moldes de 'música' atualmente tão em voga; naquela época contudo, uma Banda tão Especial como Captain Beyond, era uma tendência muito mais natural nos meios Roqueiros autênticos, do que o que se observa hoje em dia...
    Não subestimem esta Banda, pelo fato dela não ter alcançado a fama e sucesso de outras Bandas daquele período pos, a despeito disto, o Captain Beyond tem um Rock Maduro, Fortíssimo e muito Consistente, formam uma Banda de Heavy Rock dotada de uma Música de Altíssima Qualidade
    e Versatilidade.
    Certamente, de forma direta ou indiretamente, muitos dos Grandes Grupos de Rock subsequentes,
    tiveram influência destes notáveis americanos.
    Não sei dizer quem influenciou quem primeiro, mas é fato que há doses fartas de Grand Funk no Som 'Atitude' do Captain Beyond.
    Todavia, se foi o Grand Funk quem de fato os influenciou primeiro, também é verdade que não fizeram plágio algum, pois embora dotado de influências variadas, o Captain Beyond é, não obstante, uma Banda muito Original.
    O psicodelismo em queda naquele ano de 1973, ainda era aplicado nas apresentações ao vivo de Bandas como Captain Beyond e Led Zeppelin - no caso do Captain Beyond, utilizaram-se desta inspiração em justa medida, nunca chegando a suprimir a batida mais Heavy de seu Muito Agradável e Prazeroso Som.
    A Riqueza presente em seu único trabalho ao Vivo, o 'Frozen Over - Live 1973', é Notória, um Maravilhoso Pedacinho do Tempo congelado para deleite e Satisfação de Todos nós, Fãs do Grande Captain Beyond.
    Nesta obra, há de tudo um pouco: improvisações nos solos de guitarra e percussão, um baixo preciso e seguro sempre presente, dando o toque de densidade requerida ao Heavy Rock, um vocal claro e seguro nas afinações, atmosfera de recolhimento e compenetração para hits mais melódicos, como em 'Pandora's Box'.
    Enfim, Puro Rock, despojado, corajoso e muito expressivo, com uma muito clara e inconfundível influência de Ritchie Blackmore !
    Este disco ao vivo do é uma Jóia Rara, e uma Preciosidade sem Tamanho, sobre ele, eu continuarei a tecer mais atenção em outro comentário, pois ele nos convida a pensar e a refletir, e é este, justamente o Papel da Arte por Excelência, como fez o Captain Beyond de um
    modo tão Verdadeiro e Natural!

    ResponderExcluir
  5. Robson Kramer16/10/2011 18:17

    PARTE III

    A atmosfera dos shows do Captain Beyond era mística, uma mistura de vários estados de espírito e tendênciais, perfazendo um Show de Heavy Rock vigoroso e de Absoluta Qualidade Musical.
    Não há simplesmente qualquer defeito nesta Obra Prima ao vivo destes jovens veteranos: há sim, uma Aula de Doutores do Rock, e, para tornar o feito ainda mais prodigioso, gravaram este Fabuloso disco ao vivo, como se já fossem uma Banda de vários anos de estrada, com uma Maestria e Originalidade Raras (são, de fato, pouquíssimas Bandas que conseguem tal avanço de qualidade num curtíssimo espaço de tempo; por isto que a maioria das Bandas não arriscam lançar logo nos primeiros anos, um álbum ao vivo, quanto mais no ano seguinte após o lançamento do primeiro disco de estúdio !!).
    Na verdade, o primeiro disco de estúdio, já é uma Obra Prima do Rock, total e absolutamente consolidada em Maturidade e Evolução; a questão é que, para muitos grupos, há uma distância grande entre a maestria em se produzir um trabalho em estúdio e um ao vivo.
    Felizmente, não para o Captain Beyond, já tinham dezenas de anos de Rock e Rhythm Blues na Alma, talvés mesmo anos antes de começarem a gravar !
    Veja ‘Myopic Void’, pense, ao ouvir esta música, como também as outras do disco, se dá para ter a impressão de que se trata de uma Banda recém chegada em lançamentos de trabalhos gravados?
    Alguém que não os conhecesse, se arriscaria a dizer que possuíam apenas um ano em produção de discos, e já com tamanha capacidade para lançar
    este Lindo Concerto ao Vivo numa bolacha ?
    Se você é um Roqueiro com ‘R’ Maiúsculo (como Nosso Querido Paizão Alex Sala), não deixe de ouvir este petardo, é um trabalho Riquíssimo, e que apresenta o que há de Melhor no Heavy Rock dos anos 70.
    Não ficam nada a dever para qualquer Banda Proeminente e mais conhecida, como Grand Funk Railroad, Led Zeppelin, Status Quo, Foghat, Cream, New Yardbirds e outros.
    Tocaram sempre com Alma e Absoluto Propósito Sincero, visando mostrar aos fãs o que deveria ser um Rock versátil, bem tocado e com raízes - indubitavelmente, uma Maravilhosa Escola de Rock and Roll este ‘Frozen Over - Live 1973‘!
    O solo suave e levemente dedilhado em ‘Pandora’s Box’ é inconfundível mostra da influência de Ritchie Blackmore, em seus momentos mais serenos e recolhidos, sem dúvida alguma, um hit Belíssimo e Inesquecível, enriquecido ainda pelas declamações de Rod Evans, e a atmosfera um tanto lúgubre a cargo do baixo de Lee Dorman.
    Em seguida, a maciça batida Heavy, colocando-os a altura dos Monstros Sagrados do Heavy Rock da época !
    Este é o Captain Beyond, um Grupo Singular, Altamente evoluído musicalmente, bastante melódico nas improvisações ao Vivo, em alguns momentos, porém, predominantemente Heavy Rock, para Nosso Deleite.
    O hit ‘Buttefly Bleu’ chama a atenção pelo visceral solo de Larry, bem como a prévia utilizando aquele instrumento que converte sons de efeito bocal em acordes de guitarra - ou vice e versa, rs - algo que Peter Frampton sempre gostou de fazer em seus discos e shows.

    ResponderExcluir
  6. Banda maravilhosa, com músicos extraordinários, Larry ‘Rhino’ Reinhardt arrebenta, dono de um timbre de guitarra animal, feroz e técnico na medida certa, um grande guitarrista sem sombra de dúvidas, aliás todos grandes músicos, mas Rhino arrebenta, até o Rod Evans que abomino sua passagem pelo Deep Purple brilha em vários momentos, com uma voz muito bem colocado, com um feeling bastante acentuado
    mais uma pérola setentista que todos que apreciam boa música deveria conhecer

    ResponderExcluir
  7. banda fantástica puro rock valeu mesmo seu blog eh demais

    ResponderExcluir
  8. Som altamente recomendado, Hard Rock Prog da melhor qualidade obrigado.

    ResponderExcluir
  9. Herzlichen Dank - toller Post! Obrigado
    Gruss wigri

    ResponderExcluir
  10. BERTHÔ (José Berto)26/09/2013 15:11

    TUDO QUE EU PODIA DIZER SOBRE ESSA BANDA JÁ DISSERAM.
    SÓ ME RESTA AGRADECER AO ALEX POR COMPLETAR MINHA COLEÇÃO POIS EU TINHA APENAS TRÊS ÁLBUNS...AGORA TENHO + TRÊS....MUI AGRADECIDO AMIGO, POIS NÃO É FÁCIL ENCONTRAR ALGUMA COISA DESSA BANDA.

    ResponderExcluir
  11. Pablo Cardone17/03/2014 03:24

    Banda fantástica! É a conclusão que se chega ouvindo apenas o primeiro disco. A partir de hoje passarei a ouvir os demais, com a esperança de que a qualidade seja ao menos próxima da obra pioneira. Obrigado, Alex. Saúde a você e longa vida ao Muro!

    ResponderExcluir
  12. rocknroll baby valeu irmão bom trabalho

    ResponderExcluir
  13. Grande banda. Sonzeira de primeira. Sem mais comentários. Obrigado mais uma vez.

    ResponderExcluir
  14. Alex vc eo cara,tudo de bom pra vc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pena que o rino ja nao esta mais entre nos mas captain era uma puta banda

      Excluir
  15. Uma vez li numa revista que se um cara conhecesse alguma mulher que gostasse dessa banda, então, ela seria a mulher da sua vida... Eu não conheci nenhuma mulher que gostasse, porém quando apresentei a banda pra minha namorada ela adorou!!!

    ResponderExcluir
  16. Muito Obrigado por postar discos desta importante banda. Abraços.

    ResponderExcluir
  17. Maravilhoso ! Graças ao trabalho do criador deste site é que podemos conhcer e curtir o melhor do rock and roll...Muito grato ...

    ResponderExcluir

Todos comentários aparecem após a aprovação, portanto aguarde a moderação do seu comentário sem precisar repeti - ló várias vezes.

Perguntas, avisos ou problemas no blog, serão atendidos somente através do e-mail: murodoclassicrock@gmail.com

Quem insistir em escrever nos comentários será ignorado e o problema não será corrigido.

Por vários motivos esse Blog não atende pedidos de discografias, e-mails ignorando este aviso serão marcados como Spam.

Links alheios não serão permitidos.

Respeite os gostos e opiniões alheias, críticas, ofensas e discussões com palavras de baixo calão não serão permitidas.